Novas tecnologias para planejamento familiar

No início dos anos 60 o mundo o mundo ganhou de presente as pílulas anticoncepcionais femininas. Temida e criticada no início hoje já não mais se discute sua finalidade no planejamento familiar no mundo moderno. Os casais assumiram este controle sobre o número de filhos e quando desejariam tê-los. Poderiam viver o amor e sua em toda sua plenitude sexual com responsabilidade paternal e maternal. Até os dias de hoje muito se evolui onde a indústria de tecnologia farmacêutica avançou com novas composições de hormônios com menos efeitos colaterais e menores dosagens e com alta eficácia. Hoje não mais se discute sobre os efeitos deste invento que faz parte da vida de milhões de casais. Os benefícios superam os risco. Porem neste mesmo intento inúmeros outros métodos anticoncepcionais, vieram contribuir com as buscas de tranquilidade e segurança da mulher desejosas de planejamento familiar.

Assim alguns métodos como os implantes subdérmicos (implanon) colocados abaixo da pele do braço, podem oferecer uma cobertura anticoncepcional por 3 anos com uma vantagem de menor dosagem hormonal e levando perto de 70% a uma ausência de menstruação amenorreia) e 30% com perdas menstruais reduzidas (hipomenorragias). Índice de satisfação superior a expectativa da mulher.

Os diu acrescidos de hormônios (mirena) colocados dentro do útero com cobertura proteção anticoncepcional por 5 anos com índice de amenorreias e hipomenorragias semelhantes ao métodos anterior. Oferecendo uma proteção ao endométrio (forro interno do útero), proporcionado uma menor perda menstrual sendo útil na correção de algumas anemias resistente a tratamento clinico.

Os adesivos dérmicos (evra) pequenos fragmentos para serem fixados 2 x na semana para absorção dérmica também oferecendo segurança com baixas dosagens. Este método permite que as menstruações ocorram ciclicamente.

 

Os anéis vaginais (nuevaring) são utilizados intra-vaginalmente, colocados de forma fácil logo após a menstruação permanecendo por 3 semanas. Este método não interfere com os fluxos menstruais. A sua permanência não interfere com a pratica sexual.

 

Quais as vantagens destes métodos. ?

Todos este métodos citados tem como vantagem a absorção vaginal, intra dérmica, extra dérmica e intrauterina evitando a absorção gástrica como os anticoncepcionais orais evitando a fase hepática, agindo diretamente sobre os órgão alvos , beneficiando muitas pacientes com intolerância aos medicamentos orais. Outra vantagem é o controle sobre as perdas menstruais excessivas evitando o aprofundamento das anemias e proteção do endométrio.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Currículo